estilo

Social Icons

14 julho, 2013

Era uma vez... A curiosa




Era uma vez, uma jovem muito curiosa. Ela tinha pais e irmãos que a amavam, morava em uma linda casa no campo, seu quintal era um paraíso, não precisava ir muito longe para colher frutos que ela mesma havia plantado com a ajuda de sua família. Todos os frutos foram crescendo em seu devido tempo, graças aos cuidados da jovem.
Ela nunca havia ido à cidade. Quando criança, sempre foi feliz com a vida que levava. Alimentos naturais, amor e carinho - era tudo que a satisfazia.
Mas com o passar do tempo, foi perdendo o gosto de cuidar dos animais e plantas do campo e com isso passou a ter tempos vagos. E nesses tempos sobrevieram pensamentos e curiosidades sobre a vida na cidade, até que um dia decidiu fugir. Saiu de casa pelo fim da tarde sem levar nada, a noite foi chegando, começaram as dificuldades para caminhar, quando de repente... tropeçou numa pedra e por pouco não caiu num poço muito fundo.
Daquele poço, surgia uma canção muito envolvente, um ritmo contagiante que despertou aquela jovem. Tentava enxergar o que havia naquele poço, mas a escuridão não permitia. Dormiu por ali mesmo e esperou amanhecer para descobrir como dali surgia aquela música. Mal podia esperar para acabar com tamanha curiosidade; enquanto a música, não parava de tocar. Mas o poço era tão fundo que mesmo no dia seguinte, ao acordar, com todo aquele brilho do sol ainda não era possível enxergar o que havia no fundo daquele poço.
"Ei, tem alguém ai?" - gritava a menina desesperada de curiosidade, e... Nada!
Então, decidiu se jogar!

Qual era o mistério do poço? O que havia ali?
Resposta: Aquele era um poço como todos os outros, tinha insetos, larvas, sujeira, escuridão... O som era simplesmente uma armadilha pra fisgar curiosos.

Agora veja do lado espiritual.
Se você está na casa de Deus onde há amor, carinho de verdadeiros amigos que só querem o seu bem, conquistou frutos que foram difíceis de plantar e cuidar, não queira conhecer outra casa. Não saia do lar que te fornece a vida eterna para "se jogar" no inferno. Talvez, você teve a chance de escapar do poço depois de tropeçar. Mas você mesma se jogou no inferno simplesmente por curiosidade de conhecer o mundo lá fora. Vai ser difícil, mas neste momento Deus estende as mãos para tirar você do fundo desse poço. Ele quer te resgatar. Não espere por mais tempo, antes que seja tarde demais.

Portanto sobre ti virá o mal, sem que saibas a sua origem, e tal destruição cairá sobre ti, sem que a possas evitar; e virá sobre ti de repente desolação que não poderás conhecer. Isaías 47:11

Na fé, Tamiris Freitas

2 comentários :